Liturgia da Quarta-feira de Cinzas

Ritos da Missa

QUARTA-FEIRA DE CINZAS

COR: Roxa
Jejum e abstinência
Prefácio da Quaresma IV
ofício do dia da 4ª semana
 

Antífona de Entrada

Ó Deus, vós tendes compaixão de todos e nada do que criastes desprezais: perdoais nossos pecados pela penitência porque sois o Senhor nosso Deus (Sb 11,24s.27).

Oração do dia

Concedei-nos, ó Deus todo-poderoso, iniciar com este dia de jejum o tempo da Quaresma, para que a penitência nos fortaleça no combate contra o espírito do mal. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Liturgia da Palavra

1ª leitura: Jl 2,12-18 // Salmo: Sl 51 // 2ª leitura: 2Cor 5,20-6,2 // Evangelho: Mt 6,1-6.16-18

Evangelho

Jesus Cristo, sois bendito, sois o ungido de Deus Pai!
Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: não fecheis os corações como em Meriba! (Sl 94,8)

Bênção e distribuição das Cinzas

após a homilia, o presidente de pé, diz:

PR: Caros irmãos e irmãs, roguemos instantemente a Deus Pai que abençoe com a riqueza da sua graça estas cinzas, que vamos colocar sobre as nossas cabeças em sinal de penitência.

após breve silêncio, continua:

PR: Ó Deus, que vos deixar comover pelo que se humilham e vos reconciliais com os que reparam suas faltas, ouvi como um pai as nossas súplicas. Derramai a graça de vossa bênção sobre os fiéis que vão receber estas cinzas, para que, prosseguindo na observância da Quaresma, possam celebrar de coração puro o mistério pascal do vosso filho. Por Cristo, nosso Senhor.
AS: Amém.

Em silêncio, asperge as cinzas com água benta. A seguir, os fiéis se aproximam para receber as cinzas. O ministro diz a cada fiel:

Convertei-vos e crede no Evangelho.

Sobre as oferendas

Oferecendo-vos este sacrifício no começo da Quaresma, nós vos suplicamos, ó Deus, a graça de dominar nossos maus desejos pelas obras de penitência e caridade, para que, purificados de nossas faltas, celebremos com fervor a paixão do vosso Filho. Por Cristo, nosso Senhor.

Prefácio da Quaresma IV: os frutos do jejum

Oração Eucarística III

Antífona da comunhão:

O que medita dia e noite na lei do Senhor dará seu fruto no devido tempo (Sl 1,2s)

Depois da comunhão

Ó Deus, fazei que sejamos ajudados pelo sacramento que acabamos de receber, para que o jejum de hoje vos seja agradável e nos sirva de remédio. Por Cristo, nosso Senhor.

fonte: Liturgia Diária nº 290. fev/16. Ed. Paulus

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s