IGMR nº 315

Missal Romano

315. Está mais de harmonia com a natureza do sinal que no altar em que se celebra a Missa não esteja o sacrário onde se guarda a Santíssima Eucaristia [126]. A juízo do Bispo diocesano o sacrário pode colocar-se:

a)ou no presbitério, fora do altar da celebração, com a forma e a localização mais convenientes, sem excluir algum altar antigo que já não se utilize para celebrar (n. 303);

b)ou também nalguma capela adequada à adoração e oração privada dos fiéis [127], que esteja organicamente unida à igreja e visível aos fiéis cristãos.

 

 

NOTAS:

[126] Cf. S. Congregação dos Ritos, Instr. Eucharisticum mysterium, 25 de Maio 1967, 55: AAS 59 (1967) 569.

[127] Cf. S. Congregação dos Ritos, Instr. Eucharisticum mysterium, 25 de Maio 1967, 53: AAS 59 (1967) 568; Ritual Romano, Sagrada Comunhão e Culto do mistério eucarístico fora da Missa, 2ª edição, n. 9, Coimbra 1995, p. 12; Código de Direito Canónico, cân. 938 § 2; João Paulo II, Carta Dominicae Cenae, 3: AAS 72 (1980) 117-119.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s