IGMR nº 314

Missal Romano

 

O lugar da reserva da santíssima Eucaristia

314. Conforme a arquitetura de cada igreja e de acordo com os legítimos costumes locais, guarde-se o Santíssimo Sacramento no sacrário, num lugar de honra da igreja, insigne, visível, devidamente ornamentado e adequado à oração [123]. Habitualmente, o tabernáculo deve ser único, inamovível, feito de material sólido e inviolável, não transparente, e fechado de tal modo que evite o mais possível todo o perigo de profanação [124]. Convém, além disso, que antes de se destinar ao uso litúrgico, seja benzido segundo o rito que vem no Ritual Romano [125].

 

NOTAS:

[123] Cf. S. Congregação dos Ritos, Instr. Eucharisticum mysterium, 25 de Maio 1967, 54: AAS 59 (1967) 568; Instr. Inter Oecumenici, 26 de Setembro 1964, 95: AAS 56 (1964) 898.

[124] Cf. S. Congregação dos Ritos, Instr. Eucharisticum mysterium, 25 de Maio 1967, 52: AAS 59 (1967) 568; Instr. Inter Oecumenici, 26 de Setembro 1964, 95: AAS 56 (1964) 898; S. Congregação para os Sacramentos, Instr. Nullo umquam tempore, 28 de Maio de 1938, 4: AAS 30 (1938) 199-200; Ritual Romano, Sagrada Comunhão e Culto do mistério eucarístico fora da Missa, 2ª edição, nn. 10-11, Coimbra 1995, p. 13.

[125] Cf. Bênção de um novo Sacrário, in Ritual Romano, Celebração das Bênçãos, nn. 919-929, Coimbra 1991, pp. 349-352.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s